Planejar uma casa domótica, como fazer?

Partilhar:

Overview

Nos últimos anos, ouvimos falar cada vez mais sobre sistemas de automação doméstica e casas domóticas . Seja o futuro ou não, a automação doméstica é certamente uma solução fascinante para aqueles que amam a tecnologia e a conveniência. Uma casa inteligente, como também é chamada a casa domótica, não é apenas uma questão de luzes controladas e um sofisticado sistema de home theater. Na verdade, você pode administrar melhor suas necessidades, evitando gastar dinheiro em coisas desnecessárias e tentando implementar um projeto que possa realmente tornar a casa mais habitável e mais confortável. Mas como fazer isso? Uma casa domótica

A automação doméstica é o sonho de muitas pessoas, mas ao comprar uma caixa fechada você corre o risco de fazer uma compra excessivamente cara que se revela inútil.

Mas como comprar uma automação doméstica que esteja realmente à altura das expectativas? Como evitar fazer escolhas erradas? Para isso, você precisa optar por um projeto concebido para a casa de automação doméstica, fazendo escolhas cuidadosas. Mesmo que você não queira recorrer a um profissional, você ainda pode economizar dinheiro adotando soluções de automação doméstica de baixo custo. Vamos ver como encontrar a solução perfeita para suas necessidades.

Um sistema de automação doméstica é composto pelas cargas controladas, que são os sistemas de iluminação, os módulos receptores, os módulos transmissores e os botões de controle externo (geralmente na forma de painéis de toque). Existem sistemas integrados que podem dar algumas ou todas as funções da casa domótica, tais como regulação de luz, persianas, etc., ou você pode optar por sistemas integrados.

Como gerenciar o projeto de automação doméstica

Escolher o sistema de automação doméstica. Não há um e único sistema de automação doméstica, mas muitos sistemas diferentes, pelo menos centenas deles. O mercado está cheio deles e para aqueles que não estão acostumados a eles, escolher a melhor solução pode ser complexo. A escolha depende do projeto em que você está trabalhando: não há um sistema absolutamente melhor, mas muitas soluções diferentes, dependendo da escolha final.

Definir a gestão da iluminação. Um dos elementos mais conhecidos do sistema de automação doméstica é o sistema de controle de iluminação. Este elemento faz parte de um projeto integrado, ou seja, junto com o controle das luzes que você normalmente também define o dos aparelhos domésticos (por exemplo, ligar o forno, a máquina de lavar louça ou a máquina de lavar roupa).

Persianas motorizadas. Se seu sonho é poder levantar e baixar cortinas e persianas sem ter que se mover do sofá, garantindo assim uma iluminação adequada, privacidade e segurança da casa, com uma automação doméstica você pode fazer isso e muito mais. Mesmo neste caso, está dentro de um projeto ad hoc que você deve definir o funcionamento das janelas com controle de automação doméstica.

Conectividade doméstica e WiFi. Mesmo a escolha do WiFi e do sistema de conexão correto é essencial, especialmente se você sempre sonhou em ter um assistente de voz em sua sala de estar. Sistema de áudio e vídeo. Entre as coisas boas de uma casa domótica há certamente a possibilidade de controlar áudio e vídeo. Desta forma, você também pode gerenciar remotamente a música, o funcionamento da televisão e todas as tecnologias de áudio.

O sistema de segurança. Uma casa domótica não é apenas uma casa tecnológica, mas é, antes de tudo, uma casa segura. Para tornar sua casa realmente segura, é preciso implementar um sistema de segurança e este é um dos pontos mais delicados do projeto. Você tem que escolher o sistema de segurança correto levando em conta também a presença ou não de um jardim, a conexão sem fio ou não, o número de câmeras e assim por diante.