O que é fibra ótica e como ela funciona

Partilhar:

Overview

A tecnologia de telecomunicações funciona hoje em dia com fibra ótica; no Brasil, no momento, é o máximo a aspirar tanto em termos de velocidade quanto de qualidade do sinal. Apesar do grande desempenho, menos de 30% do nosso país é alcançado pela fibra óptica; os investimentos para recuperar esta lacuna são importantes e nos próximos anos espera-se alcançar pelo menos 50%.

Como funciona a fibra ótica

As infra-estruturas de fibra ótica são compostas de cabos feitos de polímeros plásticos e fibra de vidro que têm a capacidade de propagar o sinal em distâncias maiores em comparação com os sistemas tradicionais, utilizando uma banda de frequência maior do que as utilizadas nas conexões ADSL. Este tipo de características técnicas permite uma transmissão de dados consideravelmente maior e em tempos muito mais curtos; basta pensar que o padrão para o Brasil é uma velocidade de conexão que oscila entre 30 e 100Mbps, mas em alguns pontos é possível obter uma velocidade de 300Mbps. Fibra ótica

O tipo de conexões

A diferença no desempenho é dada pelo tipo de conexão e pelos cabos utilizados. No que diz respeito aos cabos de fibra, existem três tipos diferentes de conexões: FTTH, FTTS e FTTC.

No caso da tecnologia FTTH, a tecnologia mais eficiente, a conexão de fibra óptica vai diretamente da central até a casa, permitindo alcançar a velocidade de 300Mbps para muitos nem mesmo imagináveis. A tecnologia FTTS é aquela que prevê a conexão da central a um DSLAM (um mini-distribuidor) com a parte final da conexão, geralmente menos de um quilômetro, que é feita em cobre. Finalmente, na tecnologia FTTC, a fibra óptica é apenas uma parte da rede, a menor, razão pela qual a velocidade é reduzida sendo o cobre o componente principal desses tipos de conexões.

Fibra ótica ou ADSL?

Qual é a diferença entre fibra óptica e ADSL para a qual muito está sendo investido neste novo tipo de conexão? Como tivemos a oportunidade de antecipar com a fibra ótica, você tem uma velocidade de navegação muito maior e, um aspecto que não deve ser negligenciado, também um aumento na estabilidade e segurança da linha. Graças à ausência de cobre, não há interferência eletromagnética e a qualidade do sinal também é afetada, o que é mais resistente a várias condições climáticas. Até hoje, a única desvantagem das conexões de fibra óptica no Brasil está relacionada aos custos; os operadores aplicam preços mais altos para este tipo de conexão, sendo a excelência do setor. Entretanto, fazendo algumas pesquisas e comparações é possível encontrar ofertas realmente interessantes e válidas que lhe permitem ter uma conexão excelente, rápida e segura que pode ser estrategicamente útil para empresas e realmente agradável para uso doméstico.

O caminho para as conexões de Internet parece estar marcado e passa inevitavelmente pela fibra óptica, mesmo que tenhamos que esperar mais algum tempo para ter uma cobertura total a nível nacional.