Como o smartphone mudou a forma como nos comunicamos

Partilhar:

Overview

Desde os tempos pré-históricos, nós humanos sempre tivemos a necessidade de nos comunicarmos com nossos semelhantes a fim de afirmar nossa personalidade e nossas necessidades. Através da comunicação, expomos conceitos e nós definimos, nossos papéis, nossas amizades e nosso amor.

A comunicação é, portanto, uma necessidade, uma vontade e uma exigência para todos nós, pois sem ela não poderíamos expressar nossos pensamentos, nem estabelecer qualquer tipo de relação entre nós. Impulsionados por isso, ao longo dos anos temos desenvolvido constantemente novas técnicas de comunicação, que passaram - e continuam passando - por importantes evoluções. Smartphones Nos últimos anos, a tecnologia e mais especificamente os smartphones transformaram radicalmente a forma como nos comunicamos. Graças a eles, hoje somos capazes de expressar facilmente pensamentos e conceitos que no passado (pelo menos na forma escrita) eram muito mais complicados de se comunicar.

Basta dizer que para mostrar aos outros nossos estados de ânimo ou sentimentos, basta compartilhar em plataformas como WhatsApp, Facebook, Telegram, etc., uma determinada imagem ou enviar um simples emoticon.

Estes últimos, em particular, estão agora começando uma verdadeira revolução em nossa maneira de comunicar. De fato, cada vez mais, enriquecemos nossas mensagens com estes símbolos divertidos, que muitas vezes são perfeitos para completar uma frase escrita e fazer os outros entenderem melhor o que queremos dizer.

Seu uso é difundido em todo o mundo e está em constante evolução, tanto que a cada ano são aprovados cerca de 60/70 novos emoji e hoje existem cerca de 2 mil, cada um com um significado especial.

Estão tão comuns que atualmente mais de 6 bilhões são trocados todos os dias na Internet; um número que é incrível se pensarmos que o inglês, o idioma mais difundido no mundo, é usado por cerca de 1 bilhão de pessoas.

Mas estes números não devem nos assustar. Sorrisos e emoji podem parecer infantis, mas na realidade são um poderoso meio de comunicação, certamente não deve ser subestimado. São símbolos universais que todos podem compreender e que nos permitem, em muito pouco espaço e tempo, compartilhar até mesmo pensamentos e sentimentos complexos.

Não é por acaso que os emoticons não são usados apenas pelos jovens, mas também pelas grandes empresas e profissionais. Podemos facilmente encontrar emoji enquanto consultamos anúncios, assistimos filmes ou lemos livros.

Em 2010, um programador americano chegou a pensar em traduzir o grande clássico literário "Moby Dick" de Herman Melville para a linguagem do emoj (chamado "Emoji Dick" para a ocasião). Um livro inteiramente escrito com emoji, que teve tanto sucesso que entrou na Biblioteca do Congresso em Washington.

Tudo isso nos faz entender como esses símbolos pixelados são tudo menos infantis, e podem logo revolucionar completamente a maneira como nos comunicamos. Os emoticons, de fato, estão em constante evolução e, no futuro, podem até se tornar independentes das palavras.

Michael O' Mara, editor, disse: "Os Emoji também estão evoluindo. No futuro, eles poderiam se tornar uma linguagem que não precisa confiar em palavras e se baseia em estruturas auto-suficientes". Uma realidade que não parece tão louca, se você considerar o "sucesso" do livro "Emoji Dick".

É claro que pensar em um futuro no qual reine uma linguagem universal baseada em ideogramas é bastante improvável, mas não podemos descartar a idéia de que em poucos anos os conhecidos sorrisos usados tanto no WhatsApp quanto em outras plataformas de mensagens possam se tornar uma linguagem real por direito próprio, que possa ser usada e compreendida por qualquer pessoa.

Em nossa opinião, os emoji são uma grande ferramenta de comunicação, mas eles nunca podem substituir as palavras. Somente palavras são capazes de expressar plenamente nossos pensamentos e emoções. Portanto, vamos tentar fazer o melhor uso possível do que a tecnologia nos oferece, sem correr o risco de trivializar conceitos importantes que só podem ser expressos com palavras.