Para melhorar meu design, preciso mesmo fazer o teste antes?

Já comentei bastante sobre os efeitos que a prática de TDD tem no projeto de classes. Meu livro, aliás, é totalmente focado nisso. No entanto, algo que não comentei nele, porquê provavelmente só soube transformar isso em palavras há pouco tempo, é que não me importo muito se o teste é escrito antes ou depois. Ué, como assim!?

Deixe-me explicar. Não é a “prática de TDD” que faz seu projeto de classes melhorar, mas sim, o que você consegue ver de problemas ao olhar para o código do seu teste. Ou seja, é o teste que te mostra o problema. Se ele é escrito antes ou depois, tanto faz.

Obviamente, se você deixar para escrever o teste 1 semana depois de escrever a classe, na hora em que ler o feedback do teste, talvez seja tarde demais pra refatorar — tarde, no sentido, de caro, afinal você provavelmente precisará mudar em muitos pontos diferentes.

No entanto, se você gastar 15 minutos no código, 15 minutos no teste, 15 minutos no código, 15 minutos no teste…. o feedback será o mesmo! Afinal, para pensar no design, a implementação depende do teste e o teste depende da implementação; a ordem em que você faz não ter dará mais ou menos retorno.

O teste é só um rascunho do seu projeto de classes. E o importante não é ter um rascunho, ou mesmo começar por ele, mas sim rascunhar com frequência.

 

One thought on “Para melhorar meu design, preciso mesmo fazer o teste antes?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *